Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ex-Sedentário - José Guimarães

A motivação também se treina!

Seg | 04.10.21

Isto não é beeeem uma review às Saucony Triumph 19

José Guimarães

sauconytriumph19_lateral.jpg

No final do mês passado comecei a correr com umas sapatihas Saucony Triumph 19. Mas se calhar devia estar a dizer antes que no final do mês passado comecei a treinar para o meu próximo objetivo de corrida: a Maratona de Sevilha, que vai acontecer no dia 20 de fevereiro 2022. Porquê esta prova? Porque nunca fiz (sim, nunca fiz esta maratona, gozem!!!) e porque há 2 anos quando fui acompanhar o meu aluno Zé Rolão da ACNPN nos últimos 20 kms, fiquei com um gostinho na boca pelo percurso, pelo ambiente, pelas pessoas... e pensei: é esta! Depois veio a pandemia e lá tivemos que esperar 2 anos. Mas agora vão ser 5 meses a cumprir um plano de treinos bem estruturado... e a treinar com as Saucony nos pés.

O título deste artigo diz que o mesmo não é uma review, porque não me vou perder em detalhes sobre estas sapatilhas. Para isso podem ser o press release oficial da marca, já aqui publicado há umas semanas. Vou sim tentar deixar as minhas impressões gerais do que foi correr com as fofinhas Triumph 19 e o que isso significa para a minha percepção dos treinos que vou fazer rumo a uma maratona.

Antes dizer que tenho um objetivo muito específico para a maratona de Sevilha que é concluí-la no máximo em 3 horas. Sim, quero fazer a minha primeira maratona abaixo das 3 horas. Por isso ainda não sei se este vai ser o modelo que vou escolher para fazer a prova, ou se vou optar por umas sapatilhas mais reativas, menos amortecidas... não sei ainda. Quero com isto dizer que as primeiras impressões que estas Saucony me deixaram foram:

1º A extrema leveza

2º A extrema respirabilidade

3º O extremo amortecimento

Sim, posso dizer que, mais do que tudo, são umas sapatilhas muito amortecidas e muito leves. Nota-se que a espuma que a marca usou nas sapatilhas é mais macia, resultando numa boa proteção contra o impacto no solo, mas também proporcionando um retorno de energia que se sente em cada passada bem feita. Não quer dizer com isto que sejam umas sapatilhas "moles", nada disso, até porque me pareceu que o "chassis" é bastante rijo. Quero dizer que são suficientemente macias quer para acumular volume em treinos, como para correr bem em provas mais longas, como (tcharaaaammmm!!!) uma maratona!

sauconytriumph19_sola.jpg

Além disto, como podem ver na imagem de destaque deste artigo, a malha que a marca escolheu para a parte superiora é super respirável e leve, permitindo um ajuste perfeito ao pé, sem aquecer em demasia conforme os quilómetros vão passando e a velocidade aumentando. 

Nota de destaque para o treino que fiz na semana passada com a ACNPN em que na fase final de uma reta o ritmo andou nos 3' e pouco / km, com pouco esforço biomecânico, muito ajudado pelo bom apoio e retorno da sapatilha:

treinoacnpn_sauconytriumph19.png

Dito isto, resta-me apelar aos predicados deste modelo e começar a treinar com cabeça, porque vão ser 5 meses (um pouco menos até) durante os quais já percebi que vou ter alguns desafios para enfrentar.

Alguma dúvida ou questão sobre estas Saucony Triumph 19, deixem nos comentários ou enviem mensagem pelas redes sociais.

Bons treinos!!!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.